BEM VINDO AO MANIA COLORIDA

28 de fevereiro de 2009

AÇÚCAR

Relendo pela décima vez um divertidíssimo livreto de bolso, "Ora bolas: O humor de Mário Quintana", escrito pelo jornalista Juarez Fonseca e publicado pela LP&M de Porto Alegre, deparei-me com o seguinte episódio:

ELE e o desenhista Nelson Boeira Faedrich eram amigos de muito tempo. Trabalharam juntos na Revista do Globo (da qual Nelson foi um dos grandes capistas) e depois no Correio do Povo. Mesmo assim, o poeta parecia sempre encontrar maneiras de renovar afetividade. Nesse dia de 1970 ele chega no bar da Caldas Júnior, senta no banco alto e vê no outro lado do balcão em forma de "U" o velho e doce amigo, já de cabeça toda branca, comendo quindim e tomando cafezinho.
Aí brinca:
- Nelson, tu comendo quindim é pleonasmo...

Nenhum comentário: