BEM VINDO AO MANIA COLORIDA

7 de maio de 2010

PROGRAMAÇÃO DO CENTRO DA CULTURA JUDAICA



Queridos leitores,

Recebo semanalmente a newsletter do Centro da Cultura Judaica, localizado na Rua Oscar Freire, no Sumaré em São Paulo.
O Centro é dotado de um belíssimo projeto "arquitetônico temático" bastante inspirador, com amplos espaços de convivência, auditórios para palestras e um aconchegante "café" logo na entrada onde os visitantes podem também ouvir boa música de Israel, encontrar cds e livros para comprar. Pelos corredores, sempre uma exposição de arte... fotografias, quadros, informativos, filmes entre outras atividades que reunem grande público ou grupos menores.
Além de uma agenda cultural lotada, o Centro da Cultura Judaica também oferece cursos para todos os gostos e necessidades.
Fiz alguns sobre Arte Contemporânea, os quais me equiparam consideravelmente com o trabalho que realizei com o Ensino Fundamental II e Médio. Sempre com palestrantes que são verdadeira assumidade no assunto, como Rosa Iavelberg que ministrou os dois cursos de Arte que tive o privilégio de participar.
Abaixo segue a programação pertinente à virada cultural que acontece anualmente em São Paulo e logo depois, um pequeno texto informativo sobre o Centro da Cultura Judaica retirado do site da instituição.
Confiram a agenda e divirtam-se!

Beijo da Dagui!


VIRADA CULTURAL - 15 E 16/05

5º Encontro de Contadores de Histórias"

Dan Yachinsky (Toronto, CAN), Gislayne Matos (Belo Horizonte, BRA), Ana Luísa Lacombe (São Paulo, BRA) e Clara Haddad (Porto, Portugal) trazem de mil e um cantos, mil e um contos judaico-árabes.

15/05/2010 às 18h00


DANÇA ÁRABE "Maktub...deixe acontecer!"

Para judeus do Oriente Médio ou da África do Norte, não há bar mitzvá ou casamento sem dança do ventre. Na Virada Cultural também estará presente!

Com Sálua Cardi, Naima Aleo, Jéssica Sabbag, Rafaella Sabbag e Amanda Nadirah.

15/05/2010 às 20h15


MÚSICA "Mawaca"

Seis cantoras, quinze línguas, onze instrumentos. Para esse encontro, ao redor da rota da seda, foi elaborado um repertório especial com canções judaicas e árabes. O repertório passa por diferentes tradições como a yemenita, a sefaradita, assim como canções árabes que têm origem comum com a cultura hebraica, buscando acrescentar alguns traços de brasilidade.

OBS.: Para este evento só será distribuído 1 ingresso por pessoa, 1 hora antes do espetáculo.

15/05/2010 às 21h30


WORKSHOP DE CULINÁRIA "O shouk da meia-noite", com o chef Breno Lerner

Da Síria ao Marrocos, atravessando a Palestina, Israel e o Egito, o shouk é uma verdadeira instituição em qualquer cidade do Oriente Médio e da África do Norte. São refúgios e fiéis companheiros da madrugada, oferecendo abrigo, companhia e conforto pela comida e bebida oferecida aos que procuram. Dentro do espírito desta Virada Cultural, o chef Breno Lerner vai ensinar algumas receitas típicas do shouk. Dentre as receitas, para beber, o clássico Karkady, chá gelado da flor de hibisco, trazida do shouk de Assuan.

15/05/2010 às 23h55


MARATONA DE DANÇA "Dança árabe e israelense"

Venha virar a noite dançando! Sálua Cardi desce do palco e se junta a Naima Aleo e aos professores do CCJ, Ieda Bogdanski, Allon Idelman e Sabrina Strul, para convidar o público a dançar até o amanhacer.

16/05/2010 das 0h30 às 4h00


SIPURIM, A HORA DA HISTÓRIA "Contos judaico-árabes", com Ilana Pogrebinschi

Para os que não dormiram ou os que vão acordar cedo, Ilana Pogrebinschi, com sua delicadeza e musicalidade, traz para o café da manhã pós Virada Cultural alguns contos sefaraditas. Não perca também, após a apresentação, a oficina para pais e filhos oferecida por nossos educadores.

16/05/2010 às 10h00 para crianças a partir de 4 anos


WORKSHOP DE CULINÁRIA PARA PAIS E FILHOS "A injustiçada e deliciosa berinjela"

A berinjela tem uma história antiga e muito ligada ao povo judeu. As primeiras referências conhecidas estão em um almanaque chinês de agricultura (500 a.C.) mas há registros de passagens pela Índia e Pérsia e espalhou-se pelo mundo árabe durante a invasão. Já tradicional e muito consumida entre os árabes, a berinjela, acabou sendo também muito apreciada pelos judeus sefaradi, e está até hoje entre os alimentos mais consumidos em Israel. As crianças aprenderão a fazer uma deliciosa pizza de berinjela, babaganuche e uma salada.

16/05/2010 às 15h00 para crianças a partir de 7 anos


MÚSICA ÁRABE CLÁSSICA "Takhat Charkie"

Cantor e alaudista, Sami Bordokan fecha a nossa Virada Cultural com peças da Andaluzia muçulmana do século X (Muachahat Andalussie), instrumentos do acervo árabe erudito do século XIX (Dulab, Aama’i e Longha), canções e temas populares, composições próprias e improvisações que, além da riqueza estética da música árabe clássica, trazem o lado místico e terapêutico do envolvente fraseado oriental.

Com Sami Bordokan (alaúde), Cláudio Kairouz (qanoum), William Bordokan (derbaki) e Mauricio Mozayek (daff).

16/05/2010 às 18h00



Programação completa, classificação etária e capacidade das atividades em: http://culturajudaica.uol.com.br/programacao/


SOBRE O CENTRO DA CULTURA JUDAICA


O Centro da Cultura Judaica é resultado de mais de 35 anos de trabalho da Casa de Cultura de Israel para divulgar a cultura e fortalecer os laços entre a comunidade judaica e brasileira. É um espaço de referência e convivência, aberto ao público e que oferece regularmente eventos gratuitos de música, teatro, cinema, literatura, artes plásticas, fotografia, dança e educação. Difunde o patrimônio cultural judaico e suas raízes, a cultura de paz, a coexistência e o respeito entre os povos através de atividades que promovam interatividade, reflexão e aceitação entre as diferentes culturas. Nossa sede, cuja arrojada arquitetura destaca-se na paisagem de São Paulo como uma grande Torá – o rolo sagrado das escrituras – é uma criação do arquiteto Roberto Loeb e é um convite a todos para que possam conhecer e vivenciar a multiculturalidade.

Desde 2003, na sede atual, localizada na rua Oscar Freire, ao lado do metrô Sumaré – uma das mais arrojadas e acessíveis estações de metrô de São Paulo, o Centro da Cultura Judaica (CCJ) já realizou diversos projetos especiais de grande repercussão, como as edições do Ciclo Multicultural, apresentações da Orquestra Filarmônica de Israel na Sala São Paulo, em 2001 e 2005, sob a regência de Zubin Mehta, a exposição Coexistence, que transformou a Praça da Paz, no Parque do Ibirapuera, num grande palco da integração entre os povos, em 2006, assim como concerto da Orquestra Sinfônica de Israel, a 1ª Mostra Audiovisual Israelense e a exposição Hadassah – Do Esboço ao Vitral, de Marc Chagall, em 2008.
O Centro da Cultura Judaica é um espaço diferenciado, que combina tecnologia e funcionalidade. Com 4.981.55 m2 de área construída, em terreno de 2.150 m2, o edifício dispõe de amplas e modernas instalações, além de completa infra-estrutura.

Funcionamento
3ª a sábado, das 12h00 às 21h00 I Domingos e feriados, das 11h00 às 19h00

Bilheteria
Retirada de até 02 ingressos por pessoa com 01 hora de antecedência do início de cada atividade. Ingressos sujeitos à lotação do espaço e ao número de vagas definidos para cada atração. A programação é gratuita, com exceção dos cursos. Contribua com 1 kg de alimento não perecível a ser destinado ao programa Ajuda Alimentando.
Visitação às exposições com o acompanhamento de educadores
Público espontâneo: de 3ª a domingo, grupos de hora em hora, das 13h00 às 17h00.
Grupos fechados: agendamento pelo telefone (11) 3065 4347 de 3ª a 6ª, das 10h00 às 12h00, ou pelo e-mail: arteeducacao@culturajudaica.org.br
Facilidades
O Centro da Cultura Judaica possui elevadores com acesso a todas as áreas expositivas, espaço e entrada lateral para cadeiras de rodas no Teatro e banheiros especiais no piso térreo, 2º e 5º andares. Todo o espaço conta com WI-FI gratuito.

Apoio ao Centro da Cultura Judaica
Marketing Cultural: (11) 3065 4330 - marketingcultural@culturajudaica.org.br

Endereço
Rua Oscar Freire, 2500 (ao lado da estação Sumaré do Metrô)
Tel. (11) 3065 4333 - Fax. (11) 3065 4355
E-mail: culturajudaica

Nenhum comentário: